Avaliação da alimentação fornecida em uma unidade do sistema prisional do estado de minas gerais

Camila Pereira de Souza, Vanessa Fernandes Coutinho, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar a qualidade nutricional fornecida em uma unidade do sistema prisional do estado de Minas Gerais. Estudo em caráter retrospectivo, descritivo, com abordagem qualitativa, composto por 15 cardápios. A análise dos cardápios foi realizada com auxílio de um programa editor de planilhas, onde foram analisados o valor calórico total e a porcentagem de carboidrato, proteína e lipídeos, fibras, cálcio, ferro, vitamina C e vitamina A. Todos os cardápios analisados apresentaram o percentual de carboidrato, proteína e fibras adequados ao valor recomendado. O consumo diário de lipídeos apresentou-se ideal em 80% dos cardápios analisados. O cálcio, vitamina C e A não apresentaram adequação das recomendações em mais de 50% dos cardápios. Considerando que 93,75% dos presos são homens, o teor de ferro se apresenta dentro do recomendado, porém apresenta-se abaixo para as mulheres. Conclui-se que as vitaminas A e C apresentaram-se abaixo do valor recomendado pela DRIS, favorecendo assim um risco nutricional, havendo uma necessidade de uma melhor elaboração dos cardápios, visando à melhoria da qualidade de vida dos comensais.


Palavras-chave


Nutrição. Saúde coletiva. Alimentação. Cardápio.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.