Avaliação de procedimentos da higienização das mãos dos funcionários de uma panificação de Campinas - SP

Andréia de Souza Monteiro, Vanessa Fernandes Coutinho, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz

Resumo


O estudo é do tipo descritivo e de caráter quantitativo, constituiu com 10 funcionários de uma panificadora de Campinas - SP. O objetivo foi avaliar higienização das mãos durante a produção de pães, bolos e troca de funções. Segundo a Organização Mundial as Saúde (OMS) em 1989 informou que mais do que 60% das doenças de origem alimentar são DTA`S Doenças Transmitida por alimentos, ou seja, os o agentes etiológicos encontra-se entre as bactérias, vírus, fungos e parasitos, principalmente devido ás práticas inadequadas de manipulação, matérias primas contaminadas, falta de higiene durante a preparação, além de equipamentos e estrutura operacional deficiente e principalmente inadequação no processamento envolvendo o controle de tempo e temperatura, Silva Junior (2016). O resultado apresentado foi que a grande maioria dos funcionários não realizou a higienização das mãos. Conclui-se que mesmo tendo o conhecimento sobre as Boas práticas, ainda existe resistência em praticar o procedimento, prejudicando a segurança e a qualidade dos produtos. Em face do exposto julga-se importante avaliar os procedimentos da higienização das mãos dos funcionários para identificar os riscos de contaminação e qualidade dos produtos.


Palavras-chave


Nutrição. Segurança Nutricional. Higienização. Mãos. Panificação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.