Comparação entre as técnicas de sleeve e bypass gástrico em Y de Roux em cirurgia bariátrica: sintese de evidências

Diego Leandro Germini, Ciro Carneiro Medeiros

Resumo


Introdução: O bypass gástrico pela técnica de Y de Roux (RYGB), além da gastrectomia pela técnica Sleeve (SG), são algumas das possibilidades de correção da obesidade mórbida por meio da cirurgia bariátrica. Objetivo: Comparar as técnicas RYGB e SG em cirurgia bariátrica, por meio de uma revisão da literatura, considerando fatores como perda de peso no pós-operatório e efeitos colaterais decorrentes do procedimento. Método: tratou-se de uma revisão da literatura com síntese de evidências. A busca de artigos foi realizada na base de dados PUBMED utilizando a seguinte estratégia: "sleeve"[title] AND "Roux-en-Y"[title] AND "bariatric surgery"[title]. Resultados: Foram identificados 19 artigos pertinentes ao tema. Síntese de Evidências: Observou-se que RYGB é superior à SG em termos de remissão do diabetes, e que pacientes submetidos à gastroplastia por RYGB parecem alcançar uma melhor redução de peso e gerenciamento de comorbidades associadas à obesidade, além de melhoria da doença do refluxo. Quanto à perda de peso, RYGB mostrou ser um procedimento mais eficaz em pacientes obesos mórbidos. Em contrapartida, a secreção de gastrina mostrou-se diminuída após RYGB, e pacientes submetidos à SG apresentaram níveis séricos de ferro e zinco superiores aos submetidos à RYGB. A técnica SG parece apresentar um melhor perfil de segurança nos primeiros 30 dias de pós-operatório em comparação com o RYGB, que por sua vez pode apresentar taxas mais altas de complicações. Pacientes submetidos à RYGB são mais vulneráveis a sintomas tardios, embora sem aumento da morbidade e mortalidade, e sem relação com o maior número de retornos hospitalares em longo prazo.

Palavras-chave


Cirurgia Bariátrica, Obesidade, Sleeve, Bypass Gástrico em Y de Roux.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.