Osteomielite neonatal: relato de caso raro

Paula Bellotto, Priscilla Guerra

Resumo


Introdução: A osteomielite neonatal (ON), uma complicação rara e que ocorre de forma aguda, surge como uma consequência da disseminação hematogênica de microrganismos, gerando inflamação e degeneração. Nos prematuros, está frequentemente associada a bactérias diretamente inoculadas, secundariamente a punções no calcanhar, venopunção, cateterismo umbilical, dentre outros. O atraso no diagnóstico pode resultar em alta morbidade e mortalidade. Objetivo: Relatar um caso raro de osteomielite neonatal (ON), visto a escassez de relatos da doença pela literatura nacional. Método: Trata-se do relato de um caso de atendido no Setor de Pediatria do Hospital Universitário São Francisco na Providência de Deus (HUSF) – SP. Conclusão: A despeito do bom prognóstico apresentado pelo paciente relatado, ressalta-se que a maioria dos casos de ON são decorrentes da inoculação de S. aureus no próprio ambiente da instituição de saúde, normalmente durante a realização de punção venosa, inserção de cateteres, monitoramento invasivo, administração de drogas e vacinação. Dessa forma, é sugerida uma especial atenção à assepsia do local e dos equipamentos utilizados, buscando, dessa forma, reduzir os casos de ON.

Palavras-chave


Pediatria; Neonatologia; Osteomielite Neonatal; Diagnóstico; Tratamento; Prognóstico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.