Preferência por técnicas endoscópicas para correção cirúrgica de enfermidades da coluna vertebral: o que dizem os ensaios clínicos
PDF

Palavras-chave

Ortopedia
Traumatologia
Cirurgia
Coluna Vertebral.

Como Citar

Medeiros, I. P., Barbosa, A. M., Melo, D. T., & D’Amado, M. P. (2020). Preferência por técnicas endoscópicas para correção cirúrgica de enfermidades da coluna vertebral: o que dizem os ensaios clínicos. International Journal of Health Management Review, 6(1). https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v6i1.195

Resumo

Introdução: As deformidades da coluna vertebral, sejam elas congênitas ou adquiridas, constituemse em um distúrbio clínico razoavelmente comum, com um impacto significativo e mensurável na qualidade de vida relacionada à saúde. Métodos cirúrgicos avançados, técnicas de imagem e uso de cirurgia minimamente invasiva vêm surgindo nos últimos anos, resultando em procedimentos cada vez mais seguros e assertivos. Objetivo: Realizar uma revisão da literatura buscando sintetizar as principais evidências clínicas relacionadas à realização de cirurgias de coluna vertebral por meio de técnicas endoscópicas. Método: A base de dados utilizada como fonte de informações foi a PUBMED, utilizando um filtro que permitiu apenas a seleção de Ensaios Clínicos. As palavras-chave utilizadas para seleção dos trabalhos, em conjunto com o operador booleano AND, constituíram a seguinte estratégia de busca: ("vertebral spine"[title] OR "vertebral column"[title]OR "spinal column"[title] OR backbone[title] OR spine[title] OR spinal[title]) AND surgery[title] AND (endoscopic[title] OR endoscopy[title]). Resultados: A revisão contou com 7 artigos científicos que atenderam adequadamente aos critérios de busca e seleção. Síntese de Evidências: As técnicas endoscópicas para correção cirúrgica de doenças da coluna vertebral se mostraram superiores às técnicas convencionais em diversas situações, incluindo esvaziamento de abscessos epidurais, espondilodiscite infecciosa torácica e lombar, dentre outras, reduzindo a dor e o tempo de internação, e sem aumento de complicações, devendo, portanto, ser a técnica de escolha sempre que possível.
https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v6i1.195
PDF

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

O(s) autor(es) autoriza(m) a publicação do texto na da revista;

O(s) autor(es) garantem que a contribuição é original e inédita e que não está em processo de avaliação em outra(s) revista(s);

A revista não se responsabiliza pelas opiniões, idéias e conceitos emitidos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es);

É reservado aos editores o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação.

Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre) em http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html