Isquemia intestinal secundária à hérnia interna em paciente sem cirurgia prévia: relato de caso

Marco Aurélio Leão Beltrami, Muriell Camara Lombardi, Vinício Araújo de Oliveira, Grazielly Coser de Assis, Ricardo Lima Lopes, André de Melo Oliveira

Resumo


Introdução: Em adultos, a obstrução por hérnia interna congênita é um evento raro, merecendo relato para aumento de suspeita diagnóstica e redução de complicações. Objetivo: Relatar um caso de isquemia intestinal secundária à hérnia interna em paciente sem cirurgia prévia atendido em nosso Serviço. Método: Trata-se de um relato de caso único atendido no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo – São Paulo, SP. Este trabalho obedeceu às diretrizes previstas na Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde quanto aos aspectos éticos e legais envolvendo seres humanos. Conclusão: Embora as hérnias internas sejam incomuns, elas devem ser consideradas no diagnóstico diferencial de dor abdominal aguda, principalmente nos casos de obstrução do intestino delgado sem hérnias externas. Mesmo quando a hérnia ocorre através de um orifício largo, como geralmente é o caso nas hérnias paracecais, o estrangulamento pode ocorrer rapidamente e, portanto, a cirurgia não deve ser adiada. Um diagnóstico de imagem imediato pode ajudar a evitar isquemia e a necrose intestinal.


Palavras-chave


Cirurgia; Cirurgia Geral; Hérnia; Intestino; Isquemia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.