Hérnia obturatória encarcerada: desafios no diagnóstico e tratamento
PDF

Palavras-chave

Cirurgia
Cirurgia Geral
Hérnia Obturatória

Como Citar

Lombardi, M. C., de Oliveira, V. A., Beltrami, M. A. L., Oliveira, A. de M., Coser de Assis, G., & Lopes, R. L. (2021). Hérnia obturatória encarcerada: desafios no diagnóstico e tratamento. International Journal of Health Management Review, 7(1). https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v7i1.235

Resumo

Introdução: A hérnia obturatória é uma condição rara, compreendendo de 0,07-1% e 0,2-1,6% das obstruções de intestino delgado. Trata-se de uma condição de alta morbimortalidade devido a quadro clínico inespecífico, que leva ao atraso no diagnóstico e tratamento. Objetivo: Relatar um caso de hérnia obturatória encarcerada atendida em nosso Serviço. Método: Trata-se de um relato de caso único atendido no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo – São Paulo, SP. Este trabalho obedeceu às diretrizes previstas na Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde quanto aos aspectos éticos e legais envolvendo seres humanos. Conclusão: A laparotomia exploradora com correção de hérnia obturatória e ressecção intestinal, se necessária, tem sido a estratégia de tratamento tradicional nesses pacientes. A realização da tomografia computadorizada abdominal pode auxiliar no diagnóstico pré-operatório, permitindo uma intervenção cirúrgica precoce e, portanto, ajuda a reduzir a incidência de complicações, como isquemia, necrose, choque séptico e óbito.

https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v7i1.235
PDF

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

O(s) autor(es) autoriza(m) a publicação do texto na da revista;

O(s) autor(es) garantem que a contribuição é original e inédita e que não está em processo de avaliação em outra(s) revista(s);

A revista não se responsabiliza pelas opiniões, idéias e conceitos emitidos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es);

É reservado aos editores o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação.

Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre) em http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html