Proposta de protocolo para aumentar a adesão de fisioterapeutas à mobilização precoce em unidades de terapia intensiva

Leandro Blancato, Lara Jansiski Motta

Resumo


O presente relato técnico teve como objetivo principal propor um protocolo para o aumento da adesão de fisioterapeutas à mobilização em unidades de terapia intensiva e verificar percepção de fisioterapeutas sobre a eficácia deste. Para isto, foi desenvolvido um protocolo clínico de mobilização precoce para pacientes graves. Este documento foi enviado à fisioterapeutas que trabalhavam em unidades de terapia intensiva juntamente com um questionário para avaliar a sua aceitação. Os resultados mostraram que na opinião dos fisioterapeutas participantes, a adesão dos funcionários das unidades de terapia intensivas do Brasil à mobilização precoce aumentaria significantemente, caso fosse implantado o protocolo proposto no hospital que eles trabalhavam.

Palavras-chave


Protocolo, Mobilização Precoce, Unidade de Terapia Intensiva, Fisioterapia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.