ANÁLISE DO REGISTRO DOS ANTIMICROBIANOS NA ANVISA: A IMPORTÂNCIA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA NO ACESSO AO MEDICAMENTO FRACIONADO

Willian Couto, Chennyfer Dobbins Abi Rached

Resumo


Introdução: fracionar é o ato de dividir medicamentos em partes menores com o objetivo de dispensar remédios aos pacientes através de um sistema de distribuição por unidade farmacêutica. O fracionamento de medicamentos contribui com a redução do descarte inapropriado, evita sobras dentro de casa dos tratamentos anteriores e reduz a utilização de medicamentos sem prescrição ou orientação de um profissional habilitado. Objetivo: analisar como o fracionamento pode cooperar no acesso aos medicamentos, contribuindo assim como ferramenta para que o mercado farmacêutico fomente políticas e estratégias para ampliar a prática do fracionamento. Metodologia: trata-se de uma pesquisa documental exploratória dos registros de medicamentos contidos no site de consulta da ANVISA. Resultados: os registros dos medicamentos fracionados ocorreram em 41,7% dos antimicrobianos com os componentes básicos, tendo 20,8% dos medicamentos sem o devido registro de comercialização na ANVISA, 37,5% dos medicamentos não têm registro de fracionamento, podendo chegar a 58,3% dos medicamentos não fracionados se considerados os medicamentos sem registro. Conclusão: o fracionamento pode contribuir para uma efetiva economia e a possibilidade de que esse recurso seja investido em outras áreas da saúde, trazendo uma melhoria e/ou qualidade nos serviços ofertados.

Palavras-chave


Gestão em Saúde. Indústria Farmacêutica. Fracionamento de Medicamentos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.