Análise dos fármacos disponíveis para o tratamento farmacológico de pacientes com COVID-19

Vinicius Costa Salemme, Leonardo Bicudo Conti Bicudo Conti, Gustavo Gomes Wietheauper, Lucas Antonio Duarte Nicolau, Flávia de Sousa Gehrke, Juliane Vismari de Oliveira, Rafael Guzella de Carvalho, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz, Francisco Sandro Menezes Rodrigues

Resumo


Inteodução: Tanto o novo coronavírus (SARS-CoV-2), agente etiológico, quanto a doença de caráter pandêmico causada por ele, a COVID-19, são, atualmente, os assuntos mais estudados no mundo devido ao fato de terem causado e continuarem causando milhões de mortes mundialmente. Até o momento, muitos fármacos foram e estão sendo utilizados no tratamento de pacientes – alguns possuem eficácia científica comprovada para outras doenças, e outros seguem sendo questionados – com intuito de diminuir sinais e sintomas causados pela COVID-19, além da propagação e o número de mortes causadas por esta doença. Objetivo: Realizar uma revisão bibliográfica sobre os principais fármacos disponíveis para o tratamento farmacológico de pacientes acometidos pela COVID-19. Método: Para realização deste trabalho, foram utilizados artigos científícos disponibilizados nas principais bases de dados científicos: PubMed, Scielo, Science Direct e Google Acadêmico. Resultados e Discussão: Muitas classes de fármacos estão sendo testadas, dentre as quais podemos destacar antivirais, anti-inflamatórios, antibióticos, anticoagulantes, antimaláricos e antiparasitários. Contudo, vale destacar que nenhuma destas se mostrou eficaz de forma isolada ou associada na profilaxia da COVID-19 in vivo de acordo com os estudos publicados até o momento. Além disso, alguns são questionados em diversos estudos por não causarem melhora significativa dos pacientes. Alguns fármacos abordados neste artigo estão sendo submetidos a estudos clínicos, enquanto outros somente foram estudados in vitro. Conclusão: Diversas classes de fármacos foram utilizadas no tratamento de pacientes com COVID-19, mas até o momento nenhum dos testados se mostrou eficaz na profilaxia da doença sob o ponto de vista estatístico, assim como ainda não foi encontrado um fármaco com ação antiviral efetiva capaz de combater o SARS-CoV-2.


Palavras-chave


Farmacologia; Covid-19; Coronavírus; Pandemia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.