Reflexões sobre o testamento vital como diretiva antecipada de vontade, na perspectiva do princípios da autonomia e da dignidade de vida
PDF

Palavras-chave

Diretivas Antecipadas de Vontade
Autonomia
Testamento Vital
Bioética

Como Citar

Araújo, C. M. C., Silva, C. A. da, Oliveira, E. S. de, Scwinzekel, G. G. L., Soares, L. G. V., Nunes, Y. da S., & Gregório Neto, J. (2022). Reflexões sobre o testamento vital como diretiva antecipada de vontade, na perspectiva do princípios da autonomia e da dignidade de vida. International Journal of Health Management Review, 8(1). https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v8i1.309

Resumo

O estudo teve como objetivo compreender sobre a diretiva antecipada de vontade na ótica do testamento vital, destacando os princípios éticos da autonomia da pessoa e da dignidade humana. A pesquisa foi realizada por meio de uma revisão de artigos científicos, utilizando o método da pesquisa bibliográfica, nas bases de dados do portal Regional da Biblioteca Virtual em Saúde da Organização Pan-americana de Saúde entre os anos de 2011 a 2021. Após o levantamento dos resultados foram analisados dez artigos científicos. Observa-se a necessidade de expandir as discussões acerca da compreensão do testamento vital, no âmbito social, jurídico e acadêmico, a fim de contribuir com sua legitimação, externando a autonomia do paciente mediante a esse contexto tão conflituoso, que é a terminalidade de vida.
https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v8i1.309
PDF

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

O(s) autor(es) autoriza(m) a publicação do texto na da revista;

O(s) autor(es) garantem que a contribuição é original e inédita e que não está em processo de avaliação em outra(s) revista(s);

A revista não se responsabiliza pelas opiniões, idéias e conceitos emitidos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es);

É reservado aos editores o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação.

Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre) em http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html