Preferência por técnicas endoscópicas para correção cirúrgica de enfermidades da coluna vertebral: o que dizem os ensaios clínicos

Igor Prat Medeiros, Américo Monteiro Barbosa, Danilo Travassos Melo, Marcelo Pigatto D’Amado

Resumo


Introdução: As deformidades da coluna vertebral, sejam elas congênitas ou adquiridas, constituemse em um distúrbio clínico razoavelmente comum, com um impacto significativo e mensurável na qualidade de vida relacionada à saúde. Métodos cirúrgicos avançados, técnicas de imagem e uso de cirurgia minimamente invasiva vêm surgindo nos últimos anos, resultando em procedimentos cada vez mais seguros e assertivos. Objetivo: Realizar uma revisão da literatura buscando sintetizar as principais evidências clínicas relacionadas à realização de cirurgias de coluna vertebral por meio de técnicas endoscópicas. Método: A base de dados utilizada como fonte de informações foi a PUBMED, utilizando um filtro que permitiu apenas a seleção de Ensaios Clínicos. As palavras-chave utilizadas para seleção dos trabalhos, em conjunto com o operador booleano AND, constituíram a seguinte estratégia de busca: ("vertebral spine"[title] OR "vertebral column"[title]OR "spinal column"[title] OR backbone[title] OR spine[title] OR spinal[title]) AND surgery[title] AND (endoscopic[title] OR endoscopy[title]). Resultados: A revisão contou com 7 artigos científicos que atenderam adequadamente aos critérios de busca e seleção. Síntese de Evidências: As técnicas endoscópicas para correção cirúrgica de doenças da coluna vertebral se mostraram superiores às técnicas convencionais em diversas situações, incluindo esvaziamento de abscessos epidurais, espondilodiscite infecciosa torácica e lombar, dentre outras, reduzindo a dor e o tempo de internação, e sem aumento de complicações, devendo, portanto, ser a técnica de escolha sempre que possível.

Palavras-chave


Ortopedia; Traumatologia; Cirurgia; Coluna Vertebral.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.