Púrpura trombocitopênica idiopática com evolução para hematoma intraparenquimatoso grave: relato de caso

Brenda Mazolini da Silva, José Roberto Lutti

Resumo


Introdução: A púrpura trombocitopênica idiopática (PTI) é uma síndrome caracterizada por trombocitopenia persistente, associada à presença de um fator antiplaquetário circulante, que resulta na destruição das plaquetas pelo sistema reticuloendotelial seguida de sangramento mucocutâneo. Sangramentos parenquimatosos são raros, especialmente em crianças, e dificilmente são decorrentes de PTI. Objetivo: Relatar um caso de PTI com evolução para hematoma intraparenquimatoso grave, atendido em nosso Serviço. Método: A criança relatada foi atendida no Serviço de Pediatria do Hospital Universitário São Francisco na Providência de Deus – HUSF, situado em Bragança Paulista – SP. A responsável pela criança autorizou a utilização das informações contidas no prontuário, já arquivado no Serviço, por meio da assinatura de termo de consentimento livre e esclarecido. Relato do Caso: Tratou-se de uma criança de 10 anos de idade, com diagnóstico prévio de PTI, e que evoluiu para um hematoma intraparenquimatoso. A paciente permaneceu hospitalizada por 5 dias com piora do quadro geral, sendo iniciado protocolo de morte encefálica no 5º. dia de internação. Conclusão: A púrpura trombocitopênica idiopática é uma doença rara, afeta principalmente crianças na sua forma imune, e que pode evoluir para hemorragia intracraniana. O manejo dos casos evoluiu consideravelmente nos últimos anos, e atualmente os pacientes recebem doses menores de esteroides, ficam menos dias no hospital, e o número de esplenectomias tem diminuído consideravelmente sem aumentar o sangramento ou piorar a evolução clínica. Além disso, observou-se que idade menor que 5 anos e história de infecção antes do diagnóstico foram relacionados a maiores chances de recuperação. A despeito da evolução ruim da nossa paciente, chama-se a atenção para a necessidade de um rápido diagnóstico e manejo adequado da hemorragia intracraniana, que normalmente é realizado pela equipe de neurocirurgia em trabalho conjunto com a pediatria e a hematologia.

Palavras-chave


Pediatrics; Thrombocytopenic purpura; Bruise; Diagnosis; Treatment

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.