Desenvolvimento de uma aplicação web para controle de mudança de decúbito em pacientes hospitalizados
PDF (English)

Palavras-chave

lesão por pressão
cuidados de enfermagem
segurança do paciente

Como Citar

Miranda Bócoli, G., Isaias de Oliveira Junior , A. ., Vilela, F., Reis Cavilha , L. ., Dias, M. N. L. ., Machado, L. H. de C., & Dias da Silva Neto , J. . . (2022). Desenvolvimento de uma aplicação web para controle de mudança de decúbito em pacientes hospitalizados. International Journal of Health Management Review, 8(1), e0312. https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v8i1.312

Resumo

Objetivos: apresentar um protótipo virtual de uma aplicação web (AW), para auxiliar a equipe médica no controle da mudança de decúbito de pacientes com mobilidade reduzida.

Método: a técnica de projeto e prototipagem virtual foi utilizada para projetar este AW que será apresentado, através das etapas do ciclo de vida clássico de desenvolvimento de software. Portanto, a pesquisa será classificada como de “natureza” aplicada, do tipo normativo, pois o interesse está no desenvolvimento de tecnologias, estratégias e ações para mitigar os efeitos das lesões por pressão em pacientes hospitalizados.

Resultados: pode-se citar que o AW apresentado é um protótipo que preenche uma lacuna no atendimento de pacientes com mobilidade reduzida, pois auxilia no monitoramento da mudança de decúbito e representa, portanto, uma tecnologia inovadora e de fácil utilização, conforme indicado no relatório de teste do usuário final.

Conclusão: espera-se uma diminuição das lesões por pressão e uma melhora significativa no conforto e segurança do paciente, uma vez que este protótipo seja implementado em um contexto real de assistência à saúde.

https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v8i1.312
PDF (English)

Referências

Ali, Y. C. M. M., Souza, T. M. P., Garcia, P. C., & Nogueira, P. C. (2020). Incidência de lesão por pressão e tempo de assistência de enfermagem em terapia intensiva. Estima (Online), e1120-e1120.

Alturkistani, A., Majeed, A., Car, J., Brindley, D., Wells, G., & Meinert, E. (2018). Health information technology uses for primary prevention in preventive medicine: a scoping review protocol. BMJ open, 8(9), e023428.

Araujo, M. T., Castanheira, L. S., Salomão, M. C., Guimarães, S., & de Windsor Silva, Y. O. (2019). Análise de custo da prevenção e do tratamento de lesão por pressão: revisão sistemática. Revista Enfermagem Atual In Derme, 89(27).

Bakken, S., Stone, P. W., & Larson, E. L. (2008). A nursing informatics research agenda for 2008–18: Contextual influences and key components. Nursing Outlook, 56(5), 206-214.

Bandeira, L. D. L. M., de Carvalho, S. M. O., Calaça, L. R. R., dos Santos Rabelo, G. M., Barbosa, W. C. F., da Silva Machado, B. A., & Silva, J. S. (2021). Estratégias de prevenção de lesão por pressão facial ocasionadas pelo uso da posição prona. Brazilian Journal of Enterostomal Therapy.

Barbosa, A. S., Oliveira, E. S., Leite, M. G., Feitosa, D. S. L. L., Studart, R. M. B., Cavalcante, T. D. M. C., & de Oliveira, P. M. P. (2019). Perfil clínico dos pacientes acometidos por lesão por pressão. Revista Enfermagem Atual In Derme, 88(26).

Barbosa, W. C. F., da Silva Machado, B. A., & Silva, J. S. (2021). Estratégias de prevenção de lesão por pressão facial ocasionadas pelo uso da posição prona. Brazilian Journal of Enterostomal Therapy.

Bezerra Borges, D., Meyer Soares, P., & Santana Silva, M. (2021). Programs and Instruments for Promoting Innovation with Technology-Based Companies in Brazil. Journal of technology management & innovation, 16(2), 28-40.

Campos, R. S., Blanes, L., Nicodemo, D., & Ferreira, L. M. (2020). “Sem Pressão”: aplicativo com orientações para identificação, estadiamento e prevenção de lesões por pressão. Brazilian Journal of Enterostomal Therapy, 18.

Cherman, C. M. T. Tecnologia computacional para gerenciar o cuidado e indicadores relacionados à lesão por pressão (Doctoral dissertation, Universidade de São Paulo).

Da Silva, B. R., de Morais, M. R., da Silva Soares, R. C., Caldeira, A. G., & de Andrade Aoyama, E. (2021). atuação da enfermagem na prevenção de lesão por pressão em unidade de terapia intensiva. Revista Brasileira Interdisciplinar de Saúde.

Delmore, B., Ayello, E. A., Smith, D., Rolnitzky, L., & Chu, A. S. (2019). Refining heel pressure injury risk factors in the hospitalized patient. Advances in Skin & Wound Care, 32(11), 512-519.

Dos Santos, D. J., Limeira, F. N. O., & de Oliveira Alves, V. B. (2022). Percepção do cuidador diante da lesão por pressão de pacientes atendidos na atenção domiciliar. Revista Enfermagem Atual In Derme, 96(37).

Ferreira, D. S., Ramos, F. R. S., & Teixeira, E. (2020). Mobile application for the educational praxis of nurses in the Family Health Strategy: ideation and prototyping. Escola Anna Nery, 25.

Fontenele, N. Â. O., Ximenes, M. A. M., Brandão, M. G. S. A., Fernandes, C. D. S., Galindo Neto, N. M., Carvalho, R. E. F. L. D., & Barros, L. M. (2021). Construção e validação de álbum seriado para prevenção de Lesão por Pressão: estudo metodológico. Revista Brasileira de Enfermagem, 74.

Galetto, S. G. D. S., Nascimento, E. R. P. D., Hermida, P. M. V., Busanello, J., Malfussi, L. B. H. D., & Lazzari, D. D. (2021). Prevenção de lesões por pressão relacionadas a dispositivos médicos em pacientes críticos: cuidados de enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, 74.

Gao, Z., & Hands, D. (2021). The Strategic Role of Design in Driving Digital Innovation: A Theoretical Foundation. Journal of technology management & innovation, 16(1), 58-66.

Gefen, A., Alves, P., Ciprandi, G., Coyer, F., Milne, C. T., Ousey, K., ... & Worsley, P. (2020). Device-related pressure ulcers: SECURE prevention. Journal of wound care, 29(Sup2a), S1-S52.

Gil, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4.ed. Atlas: São Paulo, 2007.

Kampa, J. R., Cziulik, C., & Beltrão, P. A. D. C. (2020). New Product Opportunity Identification: A Perspective from Inside the Intuitive Phenomenon. Journal of technology management & innovation, 15(1), 40-54.

Lima, A. R., Palmer, C. R., & Nogueira, P. C. (2021). Fatores de risco e intervenções preventivas para lesão por pressão em pacientes oncológicos. Estima (Online), e1021-e1021.

Lopes, T. S., dos Santos Videira, L. M. M., Saraiva, D. M. R. F., Agostinho, E. S., & Bandarra, A. J. F. (2020). Multicentre study of pressure ulcer point prevalence in a Portuguese region. Journal of Tissue Viability, 29(1), 12-18.

Macedo, A. B. T., Mello, D. B., Graciotto, A., Cortelini, C. L. S., Souza, E., & Picetti, N. (2021). Lesões por pressão em adultos portadores de germes multirresistentes: um estudo de coorte. Saúde Coletiva (Barueri), 11(69), 8347-8358.

Marconi, Maria de Andrade et al. Técnicas de Pesquisa. 5.ed. Atlas: São Paulo, 2002.

Meireles, V. C., & Baldissera, V. D. A. (2019). Qualidade da atenção aos idosos: risco de lesão por pressão como condição marcadora.

Mendonça, P. K., Loureiro, M. D. R., Frota, O. P., & Souza, A. S. D. (2018). Prevenção de lesão por pressão: ações prescritas por enfermeiros de centros de terapia intensiva. Texto & Contexto-Enfermagem, 27.

Moraes, J. T., Borges, E. L., Lisboa, C. R., Cordeiro, D. C. O., Rosa, E. G., & Rocha, N. A. (2016). Conceito e classificação de lesão por pressão: atualização do National Pressure Ulcer Advisory Panel. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, 6(2).

Moro, A., Maurici, A., Valle, J. B. D., Zaclikevis, V. R., & Kleinubing Junior, H. (2007). Avaliação dos pacientes portadores de lesão por pressão internados em hospital geral. Revista da Associação Médica Brasileira, 53, 300-304.

Otto, C., Schumacher, B., de Lemos Wiese, L. P., Ferro, C., & Rodrigues, R. A. (2019). Fatores de risco para o desenvolvimento de lesão por pressão em pacientes críticos. Enfermagem em Foco, 10(1).

Pressman, Roger; Maxim, Bruce. Engenharia de Software-8ª Edição. McGraw Hill Brasil, 2016.

Queiroz, F. M., Aroldi, J. B. D. C., Oliveira, G. D. S. D., Peres, H. H. C., & Santos, V. L. C. D. G. (2012). Venous ulcer and compression therapy for nurses: development of online course. Acta Paulista de Enfermagem, 25, 435-440.

Ribeiro, J. B., dos Santos, J. J., Santana, N. A., Fraga, I. M. N., & Nery, F. S. (2018). Principais fatores de risco para o desenvolvimento de lesão por pressão em unidades de terapia intensiva. Caderno de Graduação-Ciências Biológicas e da Saúde-UNIT-SERGIPE, 5(1), 91-91.

Rodrigues, C. B. O., Prado, T. N. D., Nascimento, L. D. C. N., Laignier, M. R., Caniçali Primo, C., & Bringuente, M. E. D. O. (2020). Ferramentas gerenciais no cuidado de enfermagem a criança com lesão por pressão. Revista Brasileira de Enfermagem, 73.

Rofers, E. M. (1995). Diffusion of innovation.

Sommerville I. Software engineering. 10thed, New York: Pearson; 2015.

Souza, M. D. C., Loureiro, M. D. R., & Batiston, A. P. (2020). Organizational culture: prevention, treatment, and risk management of pressure injury. Revista Brasileira de Enfermagem, 73.

Sprigle S, McNair D, Sonenblum S. Pressure ulcer risk factors in persons with mobility-related disabilities. Adv Skin Wound Care. 2020;33(3):146-54.

Thomé, A. M. C., Francisco, N. L. D. S. G., do Val Amaral, J. P. B., Soares, L. C., & Trajano, E. T. L. (2018). Isolamento de bactérias de úlceras por pressão de pacientes internados em hospital universitário. Revista Pró-univerSUS, 9(1), 46-50.

Trajano, E. T. L. (2018). Isolamento de bactérias de úlceras por pressão de pacientes internados em hospital universitário. Revista Pró-univerSUS, 9(1), 46-50.

Vêscovi, S. D. J. B., Primo, C. C., Sant’Anna, H. C., Bringuete, M. E. D. O., Rohr, R. V., Prado, T. N. D., & Bicudo, S. D. S. (2017). Mobile application for evaluation of feet in people with diabetes mellitus. Acta Paulista de Enfermagem, 30, 607-613.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Guilherme Miranda Bócoli, Adilson Isaias de Oliveira Junior , Flávio Vilela, Letícia Reis Cavilha , Mariana Nunes Lima Dias, Lucas Henrique de Carvalho Machado, José Dias da Silva Neto