Perfil epidemiológico de pacientes com diagnóstico de mastite granulomatosa

Flavio Ricardo dos Anjos Dobri Leite, Gabriela Sangaletti Roque, Anastasio Berrettini Junior

Resumo


Introdução: A mastite granulomatosa é uma doença inflamatória rara, crônica, benigna e autolimitada da mama, de etiologia desconhecida. A análise dos casos ilustra diferentes características de uma doença que, aparentemente maligna, é na verdade o contrário e tratável. Objetivo: Descrever o perfil das pacientes com diagnóstico de mastite granulomatosa atendidos em nosso Serviço. Método: O estudo foi realizado no Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Universitário São Francisco na Providência de Deus – HUSF, localizado na cidade de Bragança Paulista, SP. A amostra foi composta pelas pacientes com diagnóstico de Transtorno Inflamatório da Mama (CID-10 N61.0), atendidas no período de 2008 a 2021. Resultados: A maioria das 38 pacientes avaliadas tinha idades entre 40-49 anos, a maior parte já havia realizado uma ou mais cesarianas, e o maior tempo desde a última amamentação foi de três anos. Metade das pacientes iniciou o tratamento com base apenas no diagnóstico clínico. Notou-se um tempo médio de um a dois meses entre o início dos sintomas e resultado da biópsia definitiva, para aquelas pacientes que a realizaram. Todas as pacientes utilizaram antinflamatórios não-esteroidais, antitérmicos e antibióticos (cefalexina, ciprofloxacino, metronidazol ou amoxicilina associada ao clavulanato), metade da amostra utilizou corticoides (prednisona ou prednisolona), e pouco menos da metade utilizou metotrexate. A amostra como um todo apresentou mastalgia, sinais flogísticos e nódulo palpável unilateral, além de aumento do volume da mama. Em mais da metade das pacientes foi evidenciado abcesso em exame de imagem, que foi submetido à drenagem. Conclusão: Apresentamos aqui o perfil epidemiológico das mulheres com mastite granulomatosa atendidas no Serviço de Ginecologia do HUSF. Os diagnósticos foram realizados não somente por biópsia, mas também pelo histórico clínico da paciente. Com base nos resultados deste trabalho, pretende-se sistematizar o atendimento às pacientes com mastite granulomatosa que porventura procurem ou sejam encaminhadas ao nosso Serviço, buscando realizar o diagnóstico precoce e assertivo, e iniciar o tratamento o mais rápido possível visando reduzir o avanço da doença.

Palavras-chave


Ginecologia, Mamas, Inflamação, Granuloma, Mastite Granulomatosa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.