Prática sexual de idosos de um centro de convivência: um recorte exploratório
PDF

Palavras-chave

Idoso
Saúde do Idoso
Sexualidade
Sexo Seguro.

Como Citar

de Oliveira, L. R. L., Braga, C., Koike, M. K., Saad, K. R., & Nogueira, V. de O. (2021). Prática sexual de idosos de um centro de convivência: um recorte exploratório. International Journal of Health Management Review, 7(2). https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v7i2.251

Resumo

Introdução: O envelhecimento populacional bem sucedido perpassa pelas questões sociais, culturais, espirituais, cívicas e da saúde. A sexualidade para a terceira idade com informação, prazer e de forma segura deve ser oportunizado com políticas públicas. Objetivos: descrever a prática sexual e a sexualidade em um grupo de idosos e identificar os aspectos que permeiam o sexo seguro sob a ótica deles. Método: Tratou-se de um estudo descritivo, transversal, exploratório com abordagem quantitativa. A amostra foi composta de 29 idosos de ambos os sexos que frequentavam um núcleo de convivência localizado na zona leste da cidade de São Paulo. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética com o parecer de n°45637915.5.0000.5494. Resultados e discussão: Dos participantes, 83% eram do sexo feminino, 34% relataram ser viúvos e divorciados respectivamente. Quanto à prática sexual, 55% dos respondentes tem vida sexual ativa, 34% praticam sexo duas ou mais vezes na semana e 44% sentem-se muito satisfeitos. A maioria acredita possuir informações detalhadas sobre IST, tendo como referência apenas o uso de preservativos, mas 38% dos respondentes o utilizam e 55% já obtiveram informações com profissionais de saúde. Conclusão: Constatou-se na população pesquisada que a sexualidade e o sexo é um fato cada vez mais presente na terceira idade. Ações de saúde devem ser deflagradas pelos profissionais de saúde uma vez que a expectativa de vida desse segmento populacional aumentou bem como o modo de viver a sexualidade.
https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v7i2.251
PDF

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

O(s) autor(es) autoriza(m) a publicação do texto na da revista;

O(s) autor(es) garantem que a contribuição é original e inédita e que não está em processo de avaliação em outra(s) revista(s);

A revista não se responsabiliza pelas opiniões, idéias e conceitos emitidos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es);

É reservado aos editores o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação.

Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre) em http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html