A sistemática dos efeitos da suplementação de glutamina na síndrome do intestino curto como elemento de gestão na área de nutrição clínica: síntese de evidências
PDF

Palavras-chave

Gestão em Saúde
Intestino Curto
Desnutrição
Suplementação
Glutamina.

Como Citar

da Silva, L. P. R., Coutinho, V. F., Malagutti, W., Rodrigues, F. S. M., & Ferraz, R. R. N. (2018). A sistemática dos efeitos da suplementação de glutamina na síndrome do intestino curto como elemento de gestão na área de nutrição clínica: síntese de evidências. International Journal of Health Management Review, 4(1). https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v4i1.131

Resumo

Introdução: As situações metabólicas que cursam com distúrbios nos processos de digestão e absorção, acarretam vários prejuízos ao equilíbrio do organismo A retirada de 70 a 75% nos segmentos do intestino poderá resultar em doenças que acarretam diversas carências. Quando a ressecção é no colón, aumenta a gravidade do quadro, sendo caracterizada como síndrome do intestino curto (DE OLIVEIRA COSTA et al., 2015). Objetivo: Avaliar a utilização da suplementação de glutamina na síndrome do intestino curto associada à desnutrição. Método: Utilizando o Publish or Perish para pesquisa de trabalhos com maior relevância no meio acadêmico, foi realizada a leitura e compreensão desses artigos para um melhor entendimento sobre o assunto em questão. Conclusão: O uso de glutamina melhora o papel protetor da barreira intestinal, além de aumentar a vida dos tecidos da musculatura intestinal.

https://doi.org/10.37497/ijhmreview.v4i1.131
PDF

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

O(s) autor(es) autoriza(m) a publicação do texto na da revista;

O(s) autor(es) garantem que a contribuição é original e inédita e que não está em processo de avaliação em outra(s) revista(s);

A revista não se responsabiliza pelas opiniões, idéias e conceitos emitidos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es);

É reservado aos editores o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação.

Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre) em http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html