Comparação entre os efeitos da utilização de vitaminas do complexo B ou antioxidantes na prevenção e progressão na doença de Alzheimer: síntese de evidências

Keith Elektra de Souza Santos, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz

Resumo


Introdução: O envelhecimento é um processo contínuo no qual ocorrem diversas alterações fisiológicas, podendo levar ao comprometimento cognitivo desses indivíduos, sendo a doença de Alzheimer a demência mais comum entre os idosos. É caracterizada uma patologia de caráter neurodegenerativa, progressiva e irreversível. A nutrição parece estar relacionada com papel protetor na doença, e a utilização de vitaminas do complexo B e antioxidantes vem demonstrando perspectivas interessantes. Objetivo: Comparar a utilização de vitaminas do complexo B ou antioxidantes como agente protetor no suporte nutricional a pacientes com doença de Alzheimer. Método: Foi realizada uma revisão da literatura por meio da ferramenta computacional Publish or Perish, selecionando apenas aqueles estudos de maior relevância. Síntese de Evidências: Fundamentado nos artigos selecionados podemos constatar que a dieta é um fator de grande importância na prevenção da doença de Alzheimer, atuando no controle dos fatores de risco como hiperhomocisteínemia, hipercolesterolemia e devido a ação protetora dos antioxidantes, porém ainda são inconclusivos os estudos com relação a melhora e progressão da doença.

Palavras-chave


Nutrição Clínica, Doença de Alzheimer, Vitaminas do Complexo B, Antioxidantes

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.